Radioterapia

O que é?

A radioterapia é uma importante forma de tratamento para diversas doenças, entre elas os tumores malignos e benignos. Cerca de 60% dos casos de câncer necessitam de radioterapia em pelo menos uma fase do tratamento para assegurar curabilidade.

Com avanços recentes de tecnologia, a radioterapia é atualmente um tratamento seguro e, na maioria das vezes, com pouco ou nenhum efeito colateral. Sempre consulte um médico especialista em radioterapia para esclarecimentos de dúvidas.

O que são radiações ionizantes?

São ondas eletromagnéticas com energia suficiente para alterar a estrutura da matéria viva através da retirada de elétrons dos seus átomos. Esse processo pode levar à morte da célula devido às alterações em seu interior. Essas radiações são invisíveis, indolores e, dependendo da sua energia, atinge uma determinada profundidade do corpo.

Para que serve a Radioterapia?

A radioterapia tem como principal objetivo curar uma enfermidade que esteja presente ou evitar o seu reaparecimento após a quimioterapia ou cirurgia. Além disso, ela pode ser utilizada para controlar sintomas como: sangramento, dores, ou outros causados pela presença de doenças.

Quais os efeitos colaterais do tratamento?

Tanto os efeitos benéficos como os indesejados dependem da dose utilizada e da área do corpo que está sendo tratada. É possível, em muitas ocasiões, o paciente não ter qualquer efeito colateral durante o tratamento ou apresentar apenas uma reação passageira na pele por onde a radiação atravessou. Como cada efeito colateral depende de cada caso, é muito importante que o paciente seja orientado pelo médico quanto a esses efeitos e como tratá-los ou amenizá-los. A radioterapia, por exemplo, não causa queda de cabelo, a não ser que a região da cabeça seja tratada e, mesmo assim, vai depender da técnica e da dose utilizada. Com os avanços tecnológicos obtidos nos últimos anos, a radioterapia se tornou menos tóxica e mais efetiva do que antigamente.

O paciente fica com radiação no corpo?

A radiação emitida pela radioterapia atravessa o corpo do paciente e não impregna em seu interior. Portanto, o paciente não fica radioativo e não há problemas de contato com outras pessoas.

Médicos

Médicos referenciados