Notícias

Consumir carambola em excesso pode colocar sua saúde em risco

Você sabia que pessoas com insuficiência renal aguda precisam de uma dieta especial já que os rins perdem a capacidade de filtrar o sangue?

Publicado em 3 de janeiro de 2019
Atualizado em 3 de janeiro de 2019

Por isso a atenção com a dieta deve ser redobrada, pois a ingestão de alguns alimentos pode trazer complicações para o quadro clínico desses pacientes.

João Egídio Romão Junior, chefe de equipe da especialidade de Nefrologia da BP, ressalta que a carambola, fruta originária da Índia e que já faz parte do nosso cardápio, pode causar sérios danos à saúde do paciente renal e, em alguns casos, pode ter consequências ainda mais graves.

“A fruta tem uma substância chamada caramboxina que, mesmo em baixa concentração, é tóxica. Em pessoas com insuficiência renal aguda, os rins não conseguem filtrá-la. Acumulada no organismo, ela chega ao sistema nervoso central e causa crises de soluço, vômitos, confusão mental e convulsão. Sem tratamento adequado, o caso pode levar à morte”, explica o nefrologista.

Ele diz que mesmo as pessoas que não apresentam problemas nos rins devem ter cuidado com a carambola, já que o consumo da fruta ou de seu suco em excesso é um fator de risco para o desenvolvimento da insuficiência renal aguda.

OUTRAS UNIDADES BP: