Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista

O que são?

A hemodinâmica é disciplina que estuda a mecânica da circulação do sangue. Na especialidade de Cardiologia ela está relacionada à subespecialidade de Cardiologia Intervencionista e tem por finalidade avaliar o estado circulatório das artérias coronárias, identificando possíveis obstruções, além de avaliar o funcionamento das válvulas e do músculo cardíaco. Os exames realizados permitem diagnosticar e identificar as causas de doenças como infarto agudo do miocárdio, arritmias e valvopatias.

Por meio de uma pequena punção em um vaso sanguíneo da virilha ou do braço do paciente, é feita a inserção de um cateter que, guiado pela imagem de um equipamento especial de raios-X, é levado até o coração. O cateter possui uma microcâmera na ponta que permite visualizar e identificar obstruções das artérias coronárias, analisar o funcionamento das válvulas e do músculo cardíaco. Em razão da utilização do cateter, esses procedimentos são popularmente chamados de cateterismo.

Além de usadas para fins diagnósticos, as técnicas intravasculares também são aplicadas em procedimentos minimamente invasivos que apresentam resultados semelhantes ao das cirurgias convencionais, com a vantagem de serem menos agressivos, exigirem menos tempo de internação e contribuírem para a recuperação mais rápida do paciente. A angioplastia, por exemplo, permite usar o cateter para chegar à área afetada e acionar um balão acoplado a ele para desobstruir artérias coronarianas muito estreitas ou bloqueadas e, se necessário, implantar pequenas próteses chamadas de stents. Sistema semelhante também permite realizar a ablação para tratar arritmias, cauterizando a área afetada com uso de calor (radiofrequência) ou frio (crioablação).

Além de stents, as técnicas intravasculares possibilitam a implantação de dispositivos como oclusores, marca-passos e cardiodesfribriladores. Também são usadas na correção de cardiopatias congênitas, inclusive em fetos, com procedimentos intrauterinos.

Quais são os principais exames?

  • Cateterismo cardíaco: é um exame que identifica obstruções das artérias coronárias ou avalia o funcionamento das válvulas e do músculo cardíaco. Ele permite avaliar o risco de infarto agudo do miocárdio ou determinar a exata localização da obstrução que está causando o infarto.
    Trata-se do padrão-ouro para diagnosticar qualquer tipo de lesão nas artérias coronárias e o cateter serve para oferecer informações como pressão arterial e também para a introdução de contraste para a tomada de imagem como as de raios-X.
  • Angiografia: é um exame que permite obter dados funcionais e anatômicos do coração e do sistema circulatório de todo o corpo, sendo útil na avaliação e diagnóstico de doenças como aneurisma e aterosclerose.
  • Estudo eletrofisiológico: é um método de avaliação das propriedades elétricas do coração, que permite pesquisar a presença de determinados tipos de arritmias cardíacas por meio de minúsculos cateteres que são introduzidos em locais específicos do coração.
  • Fractional flow reserve (FFR): é um procedimento que em português significa reserva de fluxo fracionada e é usado para medir o fluxo de sangue em vasos comprometidos.
  • Ultrassonografia intracoronária: fornece informações mais precisas sobre as placas ateroscleróticas (acúmulo de gordura, cálcio e outras substâncias) que bloqueiam a passagem do sangue, como grau de calcificação, fibrose e gravidade.

Quais são os nossos diferenciais?

Somos referência na América Latina em Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista em razão de nossos diferenciados recursos humanos e tecnológicos, além de vasta experiência na área. Nossos médicos são altamente especializados e certificados pela Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista.

Todos os meses, realizamos, em média, 600 cateterismos e 200 angioplastias coronarianas. Também vale destacar nossos serviços de ritmologia cardíaca, área especializada no diagnóstico, prevenção e tratamento de arritmias.

Nossa estrutura inclui uma sala exclusiva para ritmologia, seis salas de hemodinâmica e uma sala específica para angiografia do crânio. Um importante diferencial é que temos anestesistas em sala durante todos os procedimentos, o que garante ainda mais segurança aos nossos pacientes.

Contamos com avançadas tecnologias que contribuem para a qualidade e segurança dos procedimentos. Entre outros recursos diferenciados estão o flat panel, sistema digital que traz imagens de alta definição na visualização de lesões, sendo importante tanto para o diagnóstico como para tratamento e implantação de stents; e o fractional flow reserve (FFR), moderna tecnologia que permite estudar o fluxo do sangue dentro das coronárias. Também fomos um dos primeiros a realizar no Brasil o implante transcateter de válvula aórtica (Tavi) e a correção da insuficiência mitral por meio do implante de um dispositivo chamado MitraClip.

Nosso serviço funciona 24 horas por dia para atendimento de emergências cardiovasculares de todos os tipos.

Confira fotos da nossa infraestrutura